Óleo de Prímula – Benefícios e malefícios

Óleo de Prímula - Benefícios e malefícios

Você já conhece o Óleo de Prímula benefícios e malefícios?

O Óleo de Prímula é retirado da planta, flores e sementes da prímula. Faz alguns anos que seu uso tem sido difundido entre as pessoas que buscam boa forma, saúde e qualidade de vida.

Por isso, eu resolvi trazer mais informações sobre o Óleo de Prímula, confira!

Óleo de Prímula – Para que serve?

Rica em ácidos graxos essenciais para nosso organismo o Óleo de Prímula traz muitos benefícios para a saúde, além disso, o produto contém o ômega 6 também chamado de ácido linolênico que age diretamente no organismo a combate inflamações e fortalece o sistema auto imune.

O óleo de prímula é indicado para combater inúmeras doenças  e principalmente oferecer mais qualidade de vida para a mulher, já que suas propriedades favorecem o bom funcionamento do organismo feminino.

Para conseguir os benefícios do óleo de prímula é necessário ingerir as cápsulas do produto encontrados nas lojas naturais. Com relação ao ômega 6, é possível também encontrar em alimentos como: Óleo de abacate, azeite de oliva, semente de linhaça, óleo de girassol, entre outros.

Óleo de Prímula – Benefícios

Os benefícios do óleo de prímula realmente são incríveis, por isso, eu vou detalhar. Veja a seguir:

#Óleo de Prímula reduz a queda de cabelo

Além de ingerir o óleo de prímula, ele pode ser usado para fazer massagens no couro cabeludo. O produto é muito nutritivo para o bulbo capilar, pois hidrata e elimina toda a secura e  a incidência de caspas fortalecendo o crescimento dos fios.

#Óleo de Prímula trata artrite reumatóide

Conhecido por estimular e fortalecer o sistema imunológico, o óleo de prímula inibe as enzimas que causam a dor e a inflamação que são origem a artrite reumatóide, uma condição que tira a qualidade de vida da pessoa, pois causa dor e inchaço em todas as articulações

Consumindo óleo de prímula com regularidade, é possível ameninar os sintomas da doença.

#Óleo de Prímula trata acnes

Principalmente quando essas acnes são de origem hormonal, o óleo de prímula se mostra muito eficiente nessas questões já que ele é conhecido como um regulador hormonal natural.

Com o descontrole hormonal, as acnes podem aparecer e incomodar as mulheres, por isso, mulheres adultas ou adolescentes podem usufruir dos benefícios desse ácido graxo poderoso para eliminar essas erupções na pele.

#Óleo de Prímula combate os sintomas de TPM

O produto já é indicado por inúmeros ginecologistas para amenizar os sintomas da TPM e inclusive para tratar as questões da menopausa. Isso acontece porque o óleo atua na regulação hormonal fazendo com que o mal estar gerado pela TPM e menopausa desapareçam, e o melhor de tudo, de forma natural.

#Óleo de Prímula reduz a pressão arterial e colesterol

O ômega 6 age como vasodilatador favorecendo o controle da pressão alta e na redução do mau colesterol.

Óleo de Prímula emagrece?

Benéfico para a saúde e para o bem estar o óleo de prímula pode diminuir a vontade de comer carboidratos, fator que favorece o emagrecimento. Entretanto, o produto não possui comprovação para esse fim, mas faz parte de uma linha de estratégias para manter o corpo saudável já que ele regula os hormônios femininos que também são responsáveis pelo equilíbrio do apetite.

Alguns especialistas também apontam que o óleo de prímula pode acelerar o metabolismo.

Ou seja, o óleo de prímula emagrece se aliado a uma alimentação saudável  e exercícios físicos.

Óleo de Prímula – Como tomar?

A dose diária do óleo de prímula vai depender do objetivo de cada pessoa. Geralmente, são indicados a posologia de 500mg a 1000 mg por dia. No entanto, é melhor buscar orientação de uma nutricionista para adequar as quantidades de acordo com o seu organismo.

Óleo de Prímula – Efeitos colaterais

Embora o produto seja muito benéfico para a saúde, pode apresentar algumas reações adversas se consumido em excesso.

  • Náuseas;
  • Dores de barriga;
  • Diarréias;
  • Cefaléia;
  • Riscos de hemorragia;
  • Alergias da prímula;

Óleo de Prímula – Contra indicações

O uso do suplemento deve ser recomendado por um nutricionista, em alguns casos não é indicado.

  • Pessoas com problemas de epilepsia;
  • Gestantes e lactantes;
  • Pessoas que tem problemas com coagulação sanguínea;
  • Portadores de esquizofrenia;

Mulheres na menopausa que fazem reposição hormonal, precisam conversar com o ginecologista antes de ingerir o óleo de prímula.

O que você achou do óleo de prímula benefícios e malefícios?

Saiba mais sobre ômega 3, outro ácido graxo essencial para a nossa saúde.

 

 

Tags

, , , , , , , , ,